SENADO APROVA PROJETO DE LEI QUE PREVÊ A CRIAÇÃO DE LINHA DE CRÉDITO MAIS BARATA E DESCOMPLICADA PARA PEQUENAS E MICROEMPRESAS

 

 

O Senado votou, ontem, dia 07 de abril de 2020, o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), tendo aprovado o mesmo com unanimidade de votos.

O projeto original (PL 1.282/2020), de autoria do senador Jorginho Mello (PL-SC), alterado pela Senadora Kátia Abreu (PP-TO), prevê a criação de linha de crédito mais barata e com menos exigências para as pequenas e microempresas. 

O projeto visa operações de crédito formalizadas até o final de julho de 2020, por microempresas com faturamento bruto anual de até R$ 360.000,00 e prevê que o pagamento seja feito em até 36 meses, com juros de 3,75% ao ano e carência de seis meses.

O crédito a ser disponibilizado será correspondente à metade da receita bruta anual da microempresa, no ano de 2019 e será disponibilizado pelo Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia, havendo ainda previsão de que as Cooperativas de Crédito e Bancos Cooperativos podem também participar do Programa.

Em contrapartida, a condição para concessão do crédito é a manutenção do emprego. As empresas assumirão a obrigação de fornecer informações verídicas e não rescindir, sem justa causa, o contrato de trabalho de seus empregados no período entre a data da contratação da linha de crédito e até 60 dias após o recebimento da última parcela.    

Os financiamentos previstos no referido Projeto de Lei serão custeados, no percentual de 80%, por recursos alocados no Programa, pela União, enquanto os 20% remanescentes serão suportados pelos bancos.

Em relação às garantias a serem exigidas das microempresas ou empresas de pequeno porte, o Projeto de Lei prevê, tão somente, garantia pessoal do próprio devedor.

O Projeto de Lei, com suas emendas aprovadas, segue agora para aprovação na Câmara dos Deputados.

 

Crédito Imagem: Freepik

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação, assim como a fazer análises e relatórios sobre o uso do site visando à otimização de sua utilização. Para saber mais sobre como o Mírian Gontijo e Advogados Associados trata os seus dados, acesse a nossa política de privacidade.