Ipsis Litteris

O LEGADO DO COVID-19 NAS RELAÇÕES DE TRABALHO

A Pandemia do Covid-19 impactou diretamente as relações de trabalho. Como exemplo, temos o trabalho remoto e a utilização de redes sociais para viabilizar a prestação de serviço.

A adoção dessas práticas possibilitou a sobrevivência das Empresas em diversos segmentos, mas principalmente, daquelas que se preocuparam em investir em inovação e tecnologia, garantindo consequentemente, a permanência de seus Colaboradores.

Durante esse período, o que temos visto são Empresas assumindo seu papel de protagonista, tomando ações e posturas que realmente estão ajudando o Brasil a sobreviver a esta crise sanitária/econômica.

Também é perceptível a postura dos Empregados sendo mais produtivos e focados, contribuindo para a manutenção da atividade econômica.

Esse modelo de relação entre Empregado e Empregador - até então pouco difundido - onde cada um assume uma parcela do ônus imposto pela pandemia, mostra uma nova e potencial vertente das relações trabalhistas.  

Mas, e o mercado de trabalho pós-pandemia, como será? Quais práticas irão permanecer? Embora essa pergunta seja difícil responder, uma coisa é certa, a concepção de trabalho não será mais a mesma.

Muito embora o trabalho remoto, as reuniões à distância (o que economiza tempo e dinheiro), a utilização de redes sociais para divulgação de trabalho e efetivação de negócios sejam práticas que tendem a se aperfeiçoar no período pós-pandemia, o futuro ainda é incerto e muitas mudanças ainda virão.

O que já se sabe é que nesse novo cenário, as Empresas terão que investir em treinamento, inovação, gestão do tempo e transformação digital. As competências comportamentais, também conhecidas como soft skills, são a aposta do mercado. O foco em líderes preparados para gerir equipes à distância e equipes engajadas, disciplinadas para trabalhar de casa é uma das principais mudanças já sentidas no ambiente corporativo.

Equilibrar essa equação não será simples, mas se estamos evoluindo enquanto sociedade, o mesmo acontecerá nas relações de trabalho. Para isso, é fundamental um esforço conjunto na adaptação dessa nova realidade, motivo pelo qual, a colaboração entre Empregador e Colaborador determinará o sucesso diante de novas oportunidades.

 

Por Maria Luiza Melo Siqueira

Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação, assim como a fazer análises e relatórios sobre o uso do site visando à otimização de sua utilização. Para saber mais sobre como o Mírian Gontijo e Advogados Associados trata os seus dados, acesse a nossa política de privacidade.